Fornecedor: Espedito Seleiro, o mestre do couro e suas criações para a Moda

espedito-seleiro-headerNova Olinda é uma cidade bem pequena no sertão do Ceará e é lá que fica a oficina de Seu Espedito Seleiro, mestre – e muso – do trabalho em couro. Enfrentei 18 horas de viagem desde minha última parada, São Luís no Maranhão, mas que valeram cada segundo!

Para começar, Seu Espedito é um querido e mesmo parando o que estava fazendo, um colete estilo Luiz Gonzaga para um cantor sertanejo, me recebeu como se eu fosse de casa, com direito a coca-cola e tudo! (ambos viciados, identificação imediata 😬)

| Espedito Seleiro – História |

Seu Espedito Seleiro está com 76 anos e desde muito pequeno herdou a paixão pela selaria, na qual seu pai (que fez sandálias para Lampião!), avô e bisavô sempre trabalharam. Ele conta que quando tinha mais ou menos uns 10 anos, seu pai estava trabalhando em um baú grande de couro, quando ele resolveu imitar e fazer um baúzinho pequeno para sua mãe com as sobras dos materiais que estavam sendo usados naquele trabalho. Mais tarde, ele descobriu que sua mãe guardou suas jóias até o fim da vida neste baú, que foi uma de suas primeiras criações e atualmente está em exposição em um pequeno museu em sua homenagem logo ao lado da oficina.

espedito seleiro

Espedito Seleiro começou a trabalhar com couro fazendo selas e roupas para ciganos, tropeiros e cangaceiros. Mas com o tempo percebeu a necessidade de reinventar sua arte para atingir o público feminino moderno. Foi então que começou a fazer peças mais coloridas e voltadas para a Moda, como bolsas, sandálias e etc. De qualquer forma, gosta de manter a tradição viva e as selas ainda são as peças que mais gosta de fazer!

espedito seleiro e a moda

Assim como aconteceu com seu Espedito Seleiro, suas netas já demonstram interesse em trabalhar no mesmo ofício e começam a aprender os primeiros passos com o avô. Espedito tem 6 filhos e todos trabalham na oficina ajudando o pai com as encomendas e as peças para sua loja própria (na mesma rua). Além dos filhos, existe uma equipe que seu Espedito treinou para o trabalho, totalizando atualmente 20 pessoas, entre os que trabalham lá mesmo ou em casa. Ainda assim, ele faz questão de fazer o molde de todas as peças, colocando sempre em suas criações sua característica mais marcante: o desenho da curva francesa. Só depois as peças são entregues para a equipe que corta, costura e monta os modelos.

produtos espedito seleiro

Uma das maiores alegrias para mim foi saber que ele fundou uma associação chamada Oficina Escola Espedito Seleiro, na qual ele transmite os ensinamentos para aprendizes da cidade a fim de difundir o conhecimento e manter esta arte, que é o trabalho em couro, viva. Em off, perguntei se ele aceita aprendizes de fora, em sua oficina, para um ”estágio” de alguns dias ou semanas para quem estuda/ trabalha com moda e tenha interesse. (Uma ótima oportunidade de ter mais uma mãozinha para ajudá-lo e ao mesmo tempo aprender diretamente com o mestre.) Bom, é segredo 🙊, porque não dá para receber muita gente, talvez uma pessoa por vez apenas… massssss… ele disse que sim! 😱😱😱 (Quase fiquei!)

| Informações sobre pedidos |

Quanto às encomendas, ele já fez figurinos para novelas e filmes além de ter desenvolvido peças para marcas de moda conceituadas no mercado. Por isso, ele já tem uma certa estrutura para receber os pedidos e fazer as entregas no prazo combinado. Mas seu Espedito Seleiro não desenvolve peças a partir de referências, por isso antes, é preciso passar um briefing sobre a coleção pois ele só desenvolve peças a partir de modelos próprios seus, e cria, ao seu estilo, o modelo para o cliente. Ou seja, um pouco na base da surpresa, mas se você gosta do trabalho dele, não tem como se decepcionar.

a oficina espedito seleiro

Outra característica forte do seu trabalho são as cores que ele mesmo tinge, na maioria das vezes, e desenvolveu sozinho ao longo dos anos. Quanto ao couro, os mais usados são de bode e de boi e, de vez em quando, o de avestruz, mas este é um pouco mais caro e difícil de achar. O tempo de produção, claro, varia de acordo com o modelo mas uma bolsa média, por exemplo, é possível fazer em 1 dia. O que leva mais tempo é o desenho, por isso, uma bolsa bem desenhada e colorida demora mais. Em se tratando de preços, no varejo, uma sandália sai em média por R$75, uma botinha R$180, bolsa carteiro R$220, clutch R$130 e boné R$45. Dependendo da quantidade, claro, o preço é negociável.

contatos-espedito-seleirorating-text

Fornecedor: Espedito Seleiro, o mestre do couro e suas criações para a Moda
 
Tagged on:                     
RSS
Facebook
Share with Google
http://thatsourcinggirl.com/fornecedor-espedito-seleiro/">
Twit about this
Pinterest
Instagram
%d blogueiros gostam disto: